VALE A PENA COMPRAR UM ULTRABOOK ?


Seriam os Ultrabooks melhores que os notebooks? 
Ou seriam apenas ultrabonitos, ultrafinos e ultracaros ?
No ano passado a nova categoria de computadores portáteis definitivamente se consolidou no mercado mundial; no Brasil inclusive. Os Ultrabooks já evoluíram da sua primeira versão e hoje modelos conversíveis trazem telas sensíveis ao toque...
Antes de mais nada, vale destacar: para ser classificada como Ultrabook, a máquina precisa atender algumas especificações além do design super fino e leve. 

A espessura máxima do computador não pode ultrapassar os 20 milímetros, o tempo de resposta (desde você ligar o computador até ele está pronto para ser usado) deve ser inferior a 10 segundos, a bateria deve ter, no mínimo, cinco horas de autonomia e o armazenamento deve ser feito em SSD.




A diferença do armazenamento em SSD é que ele ocupa menos espaço físico e oferece maior resistência a choques que o HD tradicional. Ainda que a capacidade de armazenamento seja menor do que a maioria dos hard disks, o SSD funciona em velocidade muito maior uma vez que é baseado em memória flash; assim como os cartões de memória e pendrives.  Assim, os notebooks normalmente trazem maior capacidade de armazenamento; é verdade. Alguns Ultrabooks híbridos trazem também um HD além do SSD. 


Também há modelos mais potentes, mais rápidos na funcionalidade e na inicialização, com HD de maior capacidade e baterias de longa duração mesmo.

Os mais modernos Ultrabooks são chamados de conversíveis, pois são notebooks quando precisamos e se convertem em tablets quando queremos.

Mesmo assim, existem diversas variações, eles se transformam em Tablets, são Conversíveis (a tela vira), são Hibridos (que se separam do teclado), são Giratórios (a tela roda), são Line-Ups (desliza e levanta) e com Telas Sensíveis ao Toque (Touch Screen).
 Conversível

Por serem assim tão finos, a maioria dos modelos de Ultrabook não tem entrada para CD ou DVD.  Claro, você pode adquirir um drive externo, mas nesse caso terá que carregar o acessório sempre junto. Já os notebooks todos trazem entradas e mais entradas, já que espessura não é problema. 




Line-up (deslizante)

Outra diferença dos Ultrabooks são as tecnologias de segurança. Com a função antirroubo, se o usuário tiver sua máquina roubada ou perdida pode bloquear o equipamento via web tornando-o totalmente inutilizável. 





                                                                                 Giratório


E a tecnologia de segurança à identidade garante mais um nível de proteção na hora de efetuar uma transação bancária ou qualquer compra na internet.


                                                                   Híbrido (a tela se separa)

Claro, esses benefícios refletem diretamente no preço das máquinas. Hoje, em média, um Ultrabook custa 25% a mais que um notebook com configuração equivalente. 


Conversível


Aí fica a seu critério. Será que vale a pena investir um pouco mais em um equipamento mais moderno e com tecnologias tão inovadoras? Talvez! Mas se você estiver procurando um equipamento apenas para uso doméstico; para acessar a internet, principalmente, de repente você pode economizar. 

                                                                      Híbrido


É mais ou menos assim: tamanho padrão de notebook também é preço padrão. 
Mais fino = Mais caro $$
Com tela touch (sensível ao toque) = Mais caro $$$$
Conversível = Mais caro ainda $$$$$$$$$$$$$
Mas nem por isso, maior ou mais potente...


                                                                              Híbrido



O termo Ultrabook é uma especificação Intel usada para definir uma categoria de finos e leves, Laptops Ultraportáteis, com Baterias de Longa Duração. E são capazes de “acordar” em apenas 2 segundos e dar boot (inicialização ao ligar) em apenas 16 segundos, o que reduz o tempo que o usuário tem que esperar para retomar o uso...   

                                                                  Tela Touch Screen

Nos ultraboos que possuem telas sensíveis ao toque sempre vem instalado o Windows 8 ou 8.1 e são perfeitos para se usar com o toque dos dedos nos Tiles ou Charms, que são os nomes dos blocos coloridos da Tela inicial. 

Na parte da Área de Trabalho convencional é mais comum se usar o mouse para clicar onde precisar, mas mesmo nestas telas que ainda têm aparência de Windows 7 se você preferir poderá continuar usando seus dedos, pois o Touch Screen funciona também, podendo fechar no X, selecionar ou navegar por suas pastas e documentos sem precisar do mouse.

São muitos fabricantes e modelos variados com nomes diferenciados.
O nome "Ultrabook" é uma Marca Registrada Intel (ou seja, ninguém mais poderia usar). 
Mas... você vai ao mercado e compra uma palha de aço ? Não !  Você compra um BOMBRIL, mesmo que for de "outra marca", então com certeza,  todos serão chamados de Ultrabooks !




Não posso negar... são ultralindos !!!!

E você, o que acha? Vale a pena investir mais em um aparelho mais moderno, mais fino e com melhor performance ou melhor economizar? 
Deixe sua opinião nos comentários desta matéria. Deixe também sua avaliação caso você tenha trocado seu notebook por um Ultrabook.  

Se quiser saber mais a respeito e conhecer outros modelos, acesse este link e leia a PRÓXIMA POSTAGEM  e depois no final, assista o vídeo da feira de lançamento.
..........................................

Escreva seu COMENTÁRIO logo no final deste artigo 
Clique em COMENTAR COMO:  escolha NOME/URL
Digite seu NOME (pode deixar URL vazio) 
depois clique em CONTINUAR e PUBLICAR

Se você gostou, clique no f  logo abaixo, 
e clique no  g+1 para ajudar a divulgar este artigo. 


 Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

11 comentários:

  1. acho que vale a pena se você precisar para trabalhar por causa da bateria e do peso, para uso domestico é melhor no note mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Quem comprar Ultrabook hoje em dia, deveria saber que está jogando dinheiro fora. Primeiramente, ultrabook de verdade custa a partir de 4 mil. O resto, é "Ultrabook" disfarçado somente no processador, digo isso porque vejo marcas vendendo Ultrabook com HD ao invés de SSD, e por incrível que pareça já vi Ultrabook com DRIVE DE CD. Isso por um preço "agradável", que mesmo assim acho caro pela máquina PODRE que é. Ultrabook sem Placa Gráfica Dedicada, é pagar caro em uma máquina que vai ter uma limitação muito grande. A tendência é abaixar o valor com a popularização do Win8, mas esse processo está lento.... Ultrabook's de verdade são alguns modelos da Asus Zenbook, o Acer S7, o XPS da Dell, entre poucos outros...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo ! Obrigada pelo comentário !!!
      O termo Ultrabook é uma especificação Intel usada para definir uma categoria de finos e leves, Laptops Ultraportáteis, com Baterias de Longa Duração. E são capazes de “acordar” em apenas 2 segundos e dar boot (inicialização ao ligar) em apenas 16 segundos, o que reduz o tempo que o usuário tem que esperar para retomar o uso...
      O nome "Ultrabook" é uma Marca Registrada Intel (ou seja, ninguém mais pode usar).
      Mas... você vai ao mercado e compra uma palha de aço ? Não ! Você compra um BOMBRIL, mesmo que for de outra marca, então com certeza, todos serão chamados de Ultrabooks !
      Um abraços e se quiser, veja alguns modelos nesta outra postagem aqui mesmo no Blog:
      http://www.marciacarioni.info/2013/07/veja-os-novos-ultrabooks-hibridos.html

      Excluir
  3. Concordo com o terceiro comentario

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, concordo com o comentário do colega que se referiu a ultrabooks são os mais caros, no entanto gostaria de saber se fiz uma boa compra. Não gosto de jogo, trabalho apenas com Office e navegação na internet e desejava um ultrabook para trabalhar em casa, mas também levá-lo em viagens etc. Hoje tenho um notebook de 2008 que demora 6 minutos para inicializar, pesa 2,85 Kg..... cansei só de falar. Pesquisei bastante e escolhi essa máquina: Ultrabook Asus VivoBook Intel Core i5-3317U, 4GB, 500GB de HD, Tela Touch 14" - S400CA-CA077H, que aqui em Manaus, cidade onde moro, vi por 2280,00 à vista, mas paguei 1796,00 com frete incluso na internet. Foi uma boa compra. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciano, você está feliz com seu ultrabook? Valeu a pena a compra?? Pergunto, por que também estou a fim de adquirir um e fico na dúvida se vale a pena...

      Excluir
    2. Luciano voce ajudou muito e o preço é otimo! Obrigada!

      Excluir
    3. Luciano, também estou pesquisando muito, e confesso que já estou cansado, me responde por gentileza vale a pena comprar um ultrabook?

      Excluir
  5. Comprei um Ultrabook da HP, um SpectreXT TouchSmart, Intel Quad Core i7-3517U 1.900-GHz processador (turbo up to 3.00-GHz), 1600-MHz FSB, 4.00-MB L3 cache, 17 W) com Windows 8 pro, 12 gigas de RAM tela touch screen, paguei cerca de 4.000 mil reais e o que posso dizer...

    Antes eu tinha um NoteBook muito bom um sony vaio, e o ultrabook supera o Vaio em todos os aspectos, menos no Som.

    As caixas de som do SpectreXT é muito fracas... mas isso não é grande problema, colocando acoplando caixas de Som a parte, fica tudo certo.

    A falta do leitor e gravador de DVD é tranqüilo, comprei um a parte e quando preciso o conecto. A capacidade de armazenamento é de 500 gigas, mas comprei uma HD portátil de 1 Tera em separado e esse "problema" também foi resolvido, então não tenho o que reclamar, gostava muito do Sony Vaio, e gosto MUITO MAIS do HP SpectreXT.

    E tela touch screen é essencial, o Windows 8 com touch é uma maravilha.

    ResponderExcluir
  6. Atualmente são as melhores maquinas do mercado! Atende no conforto de transportar, (peso, formato e tamanho), atende no serviço prestado ao usuário, Atende na beleza que muitos reclamam! Os ultrabooks são a melhor novidade em termos de Computador dos ultimos anos. A tecnologia do HD SSD, a tela Touch, o tempo da bateria e outros detalhe torna torna estes apaelhos o melhor do mercado!

    ResponderExcluir

Seu comentário será avaliado e em seguida postado. Obrigada !

Novo Rodapé - APROVEITE ESTA OFERTA:

AINDA DÁ TEMPO DE PEGAR AS OFERTAS